O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO II - CAP. I - DOS ESPÍRITOS 107

que ele se vos apresenta algumas vezes, seja em sonho, seja em estado de vigília, podendo tomar forma visível e mesmo palpável.

DIFERENTES ORDENS DE ESPÍRITOS.

96 - Os Espíritos são iguais ou existe entre eles uma hierarquia?

- São de diferentes ordens, segundo o grau de perfeição ao qual chegaram.

97 - Existe um número determinado de ordens ou de graus de perfeição entre os Espíritos?

- O número é ilimitado, pois não existe entre essas ordens uma linha de demarcação traçada como uma barreira, e assim se podem multiplicar, ou restringir, as divisões à vontade. Todavia, se consideramos os caracteres gerais, elas podem reduzir-se a três principais.

Podem-se colocar em primeiro lugar aqueles que te-nham alcançado a perfeição: os Espíritos puros. Os da segunda ordem alcançaram a metade da escala:  o  desejo do bem é a sua preocupação. Os da última ordem estão ainda no início da escala: os Espíritos imperfeitos, caracterizados pela ignorância, o desejo do mal e todas as más paixões que lhes retardam o progresso.

98 - Os Espíritos da segunda ordem têm apenas o desejo do bem ou terão também o poder de praticá-lo?

- Eles dispõem desse poder, segundo o grau de sua perfeição: alguns possuem a ciência, outros a sabedoria e a bondade, mas, todos têm ainda, provas a suportar.

99 - Os Espíritos da terceira ordem são, todos eles, essencialmente maus?

- Não; alguns não fazem bem nem mal; outros, ao contrário, se comprazem no mal e ficam satisfeitos, quando encontram oportunidade de fazê-lo. Aliás, existem ainda os Espíritos levianos ou estouvados, mais enganadores do que malvados, que se comprazem antes na malícia que na maldade, e que encontram prazer em mistificar e causar as pequenas contrariedades, das quais se riem.