O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - CAPÍTULO XIII 1081

Adeus; pensai naqueles que sofrem e orai. (IRMÃ ROSÁLIA, Paris, 1860).

10. Meus amigos, ouvi vários de vós dizerem para si mesmos: Como posso fazer a caridade, se freqüentemente não tenho mesmo o necessário?

A caridade, meus amigos, se faz de muitas maneiras; podeis fazer a caridade em pensamentos, em palavras e em ações. Em pensamentos: orando pelos pobres abandonados que morreram sem ter podido mesmo ver a luz, uma prece do coração os alivia. Em palavras: dirigindo aos vossos companheiros de todos os dias alguns bons conselhos; dizei aos homens irritados pelo desespero, pelas privações, e que blasfemam do nome do Altíssimo: "Eu era como vós; eu sofria, era infeliz, mas acreditei no Espiritismo, e vede, sou feliz agora." Aos velhos que vos dirão: "É inútil; estou no fim do meu caminho; morrerei como vivi." Dizei a estes: "Deus tem para nós todos uma justiça igual; lembrai-vos dos trabalhadores da última hora." Às crianças que, já viciadas por suas companhias, vão vagar pelos caminhos, prestes a sucumbirem sob as más tentações, dizei-lhes: "Deus vos vê, meus caros pequenos", e não temais em lhes repetir, freqüentemente, essas doces palavras; elas acabarão por germinar na sua jovem inteligência, e, em lugar de pequenos vagabundos, tereis feito homens. Está ainda aí uma caridade.

Vários dentre vós dizem também: "Ora essa! somos tão numerosos na Terra que Deus não pode nos ver a todos." Escutai bem isto, meus amigos: Quando estais sobre o cume de uma montanha, vosso olhar não abarca bilhões de grãos de areia que cobrem essa montanha? Pois bem! Deus vos vê da mesma forma! ele vos deixa o livre arbítrio, como deixais esses grãos de areia irem ao capricho do vento que os dispersa; somente que Deus, em sua misericórdia infinita, colocou no fundo do vosso coração uma sentinela vigilante que se chama consciência. Escutai-a; ela não vos dará senão bons conselhos. Às vezes, vós a entorpeceis opondo-lhe o espírito do mal; ela se cala então; mas estejais seguros de que a pobre abandonada se fará ouvir logo que lhe tiverdes deixado perceber a sombra do remorso. Escutai-a, interrogai-a, e freqüentemente, vos consolareis com o conselho que dela tiverdes recebido.

Meus amigos, a cada regimento novo o general fornece uma bandeira; eu vos dou esta máxima do Cristo: "Amai-