O CÉU E O INFERNO - PRIMEIRA PARTE - DOUTRINA - CAPÍTULO X - INTERVENÇÃO DO DEMÔNIOS 1395

CAPÍTULO X

INTERVENÇÃO DOS DEMÔNIOS NAS MODERNAS MANIFESTAÇÕES

1. – Os fenômenos espíritas modernos têm chamado a atenção sobre os fatos análogos que ocorreram em todas as épocas, e jamais a história foi mais compulsada, sob esse aspecto, que nestes últimos tempos. Da semelhança dos efeitos, conclui-se a unidade da causa. Como para todos os fatos extraordinários cuja razão é desconhecida, a ignorância viu uma causa sobrenatural, e a superstição as ampliou acrescentando-lhe crenças absurdas; daí uma multidão de lendas que, para a maioria, são uma mistura de um pouco de verdade e muito de falso.

2. – As doutrinas sobre o demônio, que prevaleceram por tempo tão longo, tinham de tal modo exagerado o seu poder, que haviam, por assim dizer, feito esquecer Deus; foi por isso que se lhe fazia honra por tudo que parecia sobrepujar a força humana; por toda parte aparecia a mão de Satã; as melhores coisas, as descobertas mais úteis, sobretudo todas aquelas que podiam tirar o homem da ignorância e alargar o círculo de suas idéias, muitas vezes, foram olhadas como obras diabólicas. Os fenômenos espíritas, mais multiplicados em nossos dias, sobretudo melhor observados com a ajuda das luzes da razão e dos dados da ciência, confirmaram, é verdade, a intervenção de inteligências ocultas, mas agindo sempre nos limites das leis da Natureza, e revelando, pela sua ação, uma nova força e leis desconhecidas até agora. A questão se reduz, pois, em saber de qual ordem são essas inteligências.

Enquanto não houve, sobre o mundo espiritual, senão noções incertas ou sistemáticas, pôde-se enganar; mas hoje, quando observações rigorosas e estudos experimentais