O CÉU E O INFERNO - SEGUNDA PARTE - EXEMPLOS - CAPÍTULO II 1478

recusadas, para ajudar-me a caminhar nesta via magnífica que me abristes durante a minha vida.

"Adeus a todos, que estais aqui, poderemos nos rever alhures senão sobre esta tumba. As almas me chamam ao seu encontro. Adeus, orai por aqueles que sofrem. Até breve!

COSTEAU."

Três dias mais tarde, o Espírito do senhor Costeau, evocado em um grupo particular, ditou o que se segue, por intermédio de um outro médium:

"A morte é a vida; não faço senão repetir o que foi dito; mas, para vós, não há outra expressão que esta, apesar do que dizem os materialistas, aqueles que querem permanecer cegos. Oh! Meus amigos, que mais bela aparição na Terra que a de ver flutuar as bandeiras do Espiritismo! Ciência imensa da qual tendes apenas as primeiras letras! Que claridades ela traz aos homens de boa vontade, àqueles que quebraram as cadeias terríveis do orgulho, para hastearem bem alto as suas crenças em Deus! Orai, humanos, agradecei-lhe por todos esses benefícios. Pobre Humanidade! Se lhe fora dado compreender!... Mas, não, ainda não chegou o tempo em que a misericórdia do Senhor deverá se estender sobre todos os homens, a fim de que eles reconheçam as suas vontades e a elas se submetam.

"Será pelos teus raios luminosos, ciência bendita, que eles ali chegarão e compreenderão. Será ao teu calor benfazejo que virão reaquecer os seus corações ao fogo divino que dá a fé e as consolações. Será sob os teus raios vivificantes que o Senhor e o obreiro virão se confundir e não serão senão um, porque compreenderão esta caridade fraternal pregada pelo divino Messias.

"Ó meus irmãos, pensai na felicidade imensa que tendes por serdes os primeiros iniciados na obra regeneradora. Honra a vós, meus amigos! Continuai e, como eu, um dia, vindo para a pátria dos Espíritos, direis: A morte é a vida; ou antes, é um sonho, uma espécie de pesadelo que dura o espaço de um minuto, e de onde se sai para se ver cercado de amigos que vos felicitam e estão felizes por lhes estender os braços. Minha felicidade foi tão grande que não podia compreender como Deus me concedia tantas graças por ter