O CÉU E O INFERNO - SEGUNDA PARTE - EXEMPLOS - CAPÍTULO II 1484

causar-lhe inquietude e não quisesse, ela mesma, cuidar de sua tarefa. Eram necessários, a esse rapaz, um bem grande fundo de qualidades naturais, e uma bem grande força de vontade para resistir, na idade das paixões, aos perniciosos arrastamentos do meio em que vivia. Era de uma piedade sincera e a sua morte foi edificante.

Na véspera de sua morte, pediu à sua mãe que fosse descansar um pouco, dizendo que ele mesmo sentia necessidade de dormir. Esta teve então uma visão; achava-se, disse ela, numa grande escuridão; depois viu um ponto luminoso que crescia pouco a pouco, e o quarto se iluminou por uma brilhante claridade, da qual se destacou a figura de seu filho, radiosa e elevando-se no espaço infinito. Ela compreendeu que o seu fim estava próximo; com efeito, no dia seguinte, a sua bela alma deixara a Terra, enquanto seus lábios murmuravam uma prece.

Uma família espírita, que conhecia a sua bela conduta, e se interessava por sua mãe, que ficou só, teve a intenção de evocá-lo pouco tempo depois de sua morte, mas ele se manifestou, espontaneamente, pela comunicação seguinte:

"Desejáveis saber o que sou agora: bem feliz, oh! bem feliz! Não conteis por nada os sofrimentos e as angústias, porque eles são a fonte de bênçãos e de felicidade além do túmulo. Da felicidade! Não compreendeis o que esta palavra significa. Os felizes da Terra estão tão longe daquilo que sentimos, quando retornamos para o Senhor com uma consciência pura, com a confiança do servidor que cumpriu com o seu dever, e que espera, cheio de alegria, a aprovação daquele que é tudo!

"Oh! meus amigos, a vida é penosa e difícil, se não olhardes o fim; mas eu vos digo, em verdade, quando vierdes entre nós, se a vossa vida foi segundo as leis de Deus, sereis recompensados além, bem além dos sofrimentos e dos méritos que credes haver conquistado para o céu. Sede bons, sede caridosos, dessa caridade desconhecida para muitos dentre os homens, que se chama benevolência. Sede prestativos aos vossos semelhantes; fazei para eles mais do que gostaríeis que se fizesse para vós mesmos, porque ignorais a miséria íntima, e conheceis a vossa. Ajudai minha mãe, minha pobre mãe, minha única saudade da Terra. Ela