O CÉU E O INFERNO - SEGUNDA PARTE - EXEMPLOS - CAPÍTULO IV 1517

Senhor. Deponho aos seus pés o meu orgulho vencido, e peço-lhe carregar as minhas espáduas com o mais pesado fardo de humildade; com a ajuda de sua graça, o peso parecer-me-á leve. Orai comigo e para mim; orai também para que este demônio de fogo não devore em vós os instintos que vos elevam para Deus. Irmãos em sofrimento, que o meu exemplo vos sirva, e nunca olvideis que o orgulho é o inimigo da felicidade, porque dele decorrem todos os males que assaltam a Humanidade e a perseguem até nas regiões celestes.

O guia do médium. – Tivestes dúvidas sobre este Espírito, porque a sua linguagem não te pareceu de acordo com o seu estado de sofrimento, que acusa a sua inferioridade. Não temas: recebeste uma instrução séria; por sofredor que este Espírito seja, ele é bastante elevado em inteligência, para falar como o fez. Não lhe falta senão a humildade, sem a qual nenhum Espírito pode chegar a Deus. Essa humildade ele a conquista agora, e esperamos que, com a perseverança, saíra triunfante de uma nova prova.

Nosso Pai celeste é cheio de justiça em sua sabedoria; leva em conta os esforços que o homem faz para domar os seus maus instintos. Cada vitória obtida sobre vós mesmos é um degrau transposto nessa escala da qual uma extremidade se apóia na vossa Terra, e da qual a outra se detém aos pés do Juiz supremo. Subi, pois, com ardor; eles são agradáveis a vencer para aqueles que têm a vontade forte. Olhai sempre para o alto, para vos encorajar, porque infeliz daquele que se detém e olha para trás! É então atingido pelo deslumbramento, o vazio que o cerca o apavora; acha-se sem força e diz: De que serve querer avançar ainda? Tão pouco fiz do caminho! Não, meus amigos, não olheis para trás. O orgulho está incorporado no homem; pois bem! empregai esse orgulho para vos dar a força e a coragem para rematar a vossa ascensão. Empregai-o para dominar as vossas fraquezas, e subirdes ao cume da montanha eterna.

PASCAL LAVIC

(Le Havre, 9 de agosto de 1863.)

Este Espírito se comunicou espontaneamente ao