O CÉU E O INFERNO - SEGUNDA PARTE - EXEMPLOS - CAPÍTULO VII 1597

oposto ao bem; portanto, aquele que quer evitá-lo deve entrar no caminho oposto, sem o que a sua vida é nula; suas obras são mortas e Deus, nosso Pai, não é o Deus dos mortos, mas o Deus dos vivos.

P. Posso vos perguntar qual foi a existência anterior de Angèle? A última devia ser-lhe a conseqüência.

R. Ela viveu na preguiça beata e a inutilidade da vida monástica. Preguiçosa e egoísta por gosto, quis tentar a vida de família, mas o Espírito tem muito pouco progredido. Ela sempre repeliu a voz íntima que lhe mostrava o perigo; a inclinação era doce, e gostava mais de se abandonar que fazer um esforço para se deter no início. Hoje, ainda compreende o perigo que há em manter-se nessa neutralidade, mas não sente força para tentar o menor esforço para dele sair. Orai por ela, despertai-a; forçai os seus olhos a se abrirem à luz: é um dever, ninguém o negligencie.

O homem foi criado para a atividade: a atividade de Espírito, é a sua essência; a atividade do corpo, é uma necessidade. Cumpri, pois, as condições de vossas existências, como Espírito destinado à paz eterna. Como corpo destinado ao serviço do Espírito, o vosso corpo não é senão uma máquina submetida à vossa inteligência; trabalhai, cultivai, pois, a inteligência, a fim de que ela dê um impulso salutar ao instrumento que deve ajudá-la a cumprir a sua tarefa; não a deixeis nem em repouso nem em trégua, e lembrai-vos de que a paz à qual aspirais não vos será dada senão depois do trabalho; portanto, assim como por longo tempo negligenciastes o trabalho, assim por longo tempo durará para vós a ansiedade de esperá-lo.

Trabalhai, trabalhai sem cessar; cumpri todos os vossos deveres, sem exceção; cumpri-os com zelo, com coragem, com perseverança, e a vossa fé o sustentará. Aquele que cumpre com consciência a tarefa mais ingrata, a mais vil em vossa sociedade, é cem vezes mais elevado, aos olhos do Mais Alto, do que aquele que impõe essa tarefa aos outros e negligencia a sua. Tudo são degraus para subir ao céu: não os quebreis, pois, sob os vossos pés, e contai com que estais cercados de amigos que vos estendem as mãos, e sustentam aqueles que colocam a sua força no Senhor.

MONOD.