A GÊNESE - CAPÍTULO SEXTO 1751

primitiva em que residem as forças universais, de onde a Natureza tirou todas as coisas (1).

18. – Esse fluido penetra os corpos como um imenso oceano. É nele que reside o princípio vital que dá nascimento à vida dos seres e a perpetua sobre cada globo, segundo sua condição, princípio em estado latente que dorme lá onde a voz de um ser não o chama. Cada criatura, mineral, vegetal, animal ou outra – porque há muitos outros reinos naturais, dos quais não supomos a própria existência –, sabe, em virtude desse princípio vital universal, se apropriar as condições de sua existência e de sua duração.

As moléculas dos minerais têm a sua quantidade dessa vida, do mesmo modo que a semente e o embrião, e se agrupam, como no organismo, em figuras simétricas, que constituem os indivíduos.

Importa muito se compenetrar desta noção: de que a matéria cósmica primitiva estava revestida não somente de leis que asseguram a estabilidade dos mundos, mas, ainda, do princípio vital universal que forma as gerações espontâneas sobre cada mundo, à medida que se manifestam as condições da existência sucessiva dos seres, e quando soa a hora de aparição do produto da vida, durante o período criador.

Assim se efetua a criação universal. É, pois, verdadeiro dizer que, sendo as operações da Natureza a expressão da vontade divina, Deus criou sempre, criou sem cessar e criará sempre.

19. – Mas, até aqui, passamos sob silêncio o mundo espiritual, que, ele também, fez parte da criação e cumpriu o seu destino segundo as augustas prescrições do Senhor.

Não posso dar senão um ensino muito restrito sobre o modo de criação dos Espíritos, tendo em vista a minha própria ignorância, e devo me calar, ainda, sobre certas questões, embora me seja permitido aprofundá-las.


(1) Se se perguntasse qual é o princípio dessas forças, e como pode estar na própria substância que o produz, responderíamos que a mecânica disso nos oferece numerosos exemplos. A elasticidade que faz distender uma mola não está na própria mola, e não depende do modo de agregação das moléculas? Os corpos que obedecem à força centrífuga recebem a sua impulsão do movimento primitivo que lhes foi dado.