A GÊNESE - CAPÍTULO SÉTIMO 1779

a menos que hoje; sob a influência dessa alta temperatura, somente a maioria das substâncias que o compõem, e que vemos sob a forma de líquidos, ou de sólidos, de terras, de pedras, de metais e de cristais, encontravam-se num estado bem diferente; não fizeram senão sofrer uma transformação; em conseqüência do resfriamento e das misturas, os elementos formaram novas combinações. O ar, consideravelmente dilatado, deveria estender-se numa distância imensa; toda a água, forçosamente reduzida a vapor, estava misturada ao ar; todas as matérias suscetíveis de se volatizarem, tais como os metais, o enxofre, o carbono, encontravam-se aí no estado de gás. O estado da atmosfera nada tinha de comparável, pois, ao que ela é hoje; a densidade de todos esses   vapores  dava-lhe  uma  opacidade  que nenhum raio de  sol  podia atravessar.  Se   um  ser vivo pudesse existir na superfície do globo, nessa época, não seria clareado senão pelo brilho sinistro da fornalha colocada sob seus pés e da atmosfera  esbraseada, e não suspeitaria mesmo da existência do Sol.

PERÍODO PRIMÁRIO

19. – O primeiro efeito do resfriamento foi solidificar a superfície exterior da massa em fusão, e dela formar uma crosta resistente, que fina de início, se espessou pouco a pouco. Essa crosta constitui a pedra chamada granito, de extrema dureza, assim chamada por seu aspecto granulado. Nela se distinguem três substâncias principais: o feldspato, o quartzo, ou cristal de rocha, e a mica; esta última tem o brilhante metálico, embora não seja um metal.

A camada granítica foi, pois, a primeira formada no globo, que ela envolve por inteiro, e do qual constitui, de alguma forma, o esqueleto ósseo; ela é o produto direto da matéria em fusão   consolidada. Foi sobre ela, e nas cavidades que a sua superfície atormentada apresentava, que, sucessivamente, foram depositadas as camadas de outros terrenos   formados  posteriormente. O que a distingue destes  últimos é a ausência de toda estratificação, quer dizer, que ela forma uma massa compacta e uniforme em toda a sua espessura, e não disposta por camadas. A efervescência da matéria incandescente deveria aí produzir nu-