A GÊNESE - CAPÍTULO OITAVO 1795

CAPÍTULO VIII

TEORIA SOBRE A TERRA

Teoria da projeção. – Teoria da condensação. – Teoria da incrustação. – Alma da Terra.

TEORIA DA PROJEÇÃO

1. – De todas as teorias referentes à origem da Terra, a que teve maior crédito, nestes últimos tempos, foi a de Buffon, seja por causa da posição de seu autor no mundo sábio, seja porque dela não se sabia mais nessa época.

Vendo todos os planetas se moverem na mesma direção, do ocidente para o oriente, e no mesmo plano, percorrendo órbitas cuja inclinação não excede 7 graus e meio, Buffon concluiu, dessa uniformidade, que eles devem ter sido colocados em movimento pela mesma causa.

Segundo ele, sendo o Sol uma massa incandescente em fusão, supôs que um cometa tendo com ele se chocado obliquamente, roçando a sua superfície, dele destacou uma porção que, projetada no espaço pela violência do choque, dividiu-se em vários fragmentos. Esses fragmentos formaram os planetas, que continuaram a se mover circularmente, pela combinação da força centrípeta e da força centrífuga, no sentido impresso pela direção do choque primitivo, quer dizer, no plano da eclíptica.

Os planetas seriam, assim, partes da substância incandescente do Sol e, por conseguinte, eles mesmos foram incandescentes em sua origem. Puseram-se a se resfriar e se consolidar num tempo proporcional ao seu volume e,