A GÊNESE - CAPÍTULO DÉCIMO 1827

O HOMEM CORPORAL.

26. –  Do  ponto  de  vista corporal, e puramente anatômico, o homem pertence à classe dos mamíferos, dos quais não difere senão por nuanças na forma exterior; de resto, a mesma composição química que todos os animais, os mesmos órgãos, as mesmas funções e os mesmos modos de nutrição, de  respiração, de secreção, de reprodução; ele nasce,  vive  e   morre nas mesmas condições, e, em sua morte, seu corpo se decompõe como o de tudo o que vive. Não há em seu sangue, em sua carne, em seus ossos, um átomo diferente daqueles que se encontram no corpo dos animais; como estes, em morrendo, retorna à terra o oxigênio, o hidrogênio,  o azoto e o carbono que estavam combinados para formá-lo, e vão, por novas combinações, formar novos corpos   minerais, vegetais e animais. A analogia é tão grande que se estudam as suas funções orgânicas sobre certos animais, quando as experiências não podem ser feitas nele mesmo.

27. – Na classe dos mamiferos, o homem pertence à ordem dos bímanos. Imediatamente abaixo dele vêm os quadrúmanos (animais de quatro mãos) ou macaco, dos quais uns, como o orangotango, o chimpamzé, o mono, têm certos comportamentos do homem, a tal ponto que, há muito tempo, são designados sob o nome de homens da floresta; como ele, caminham eretos, servem-se de bastões, constróem suas cabanas, e levam os alimentos à boca com a mão, sinais característicos.

28. – Por pouco que se observe a escala dos seres vivos do ponto de vista do organismo, reconhece-se que, desde o líquen até a árvore, e depois do zoófito até o homem, há uma corrente se elevando gradualmente sem solução de continuidade, e da qual todos os anéis têm um ponto de contato com o anel precedente; seguindo-se passo a passo a série dos seres, dir-se-ia que cada espécie é um aperfeiçoamento, uma transformação da espécie imediatamente inferior. Uma vez que o corpo do homem está em condições idênticas aos outros corpos, química e constitucionalmente, que ele nasce, vive e morre do mesmo modo, deve ter sido formado nas mesmas condições.

29. – Quanto isso possa custar ao seu orgulho, o