A GÊNESE - CAPÍTULO DÉCIMO-PRIMEIRO 1849

pôde cobrir a maior parte da Terra; ora, uma tal fecundidade seria contrária a todas as leis antropológicas (1).

42. – A impossibilidade   se   torna ainda mais evidente   se se admite, com a Gênese, que o dilúvio destruiu todo o gênero humano,  com  excessão de Noé e sua família, que  não era numerosa, no ano de 1656, seja 2348 anos antes da era cristã. Não seria, pois, em realidade, que de Noé  dataria o  povoamento do globo; ora, quando os Hebreus se estabeleceram no Egito, 612 anos depois do dilúvio, esse já era um poderoso império, que teria sido povoado, sem falar  de  outros países, em menos de seis séculos, só pelos descendentes de Noé, o que não é admissível.

Notemos, de passagem, que os Egípcios acolheram os Hebreus como estrangeiros; seria de espantar que tivessem perdido a lembrança de uma comunidade de origem tão próxima, então que conservavam religiosamente os monumentos de sua história.

Uma   lógica  rigorosa, corroborada  pelos fatos, demonstra, pois, da maneira mais peremptória, que o homem está   sobre  a  Terra há um tempo indeterminado, bem anterior à época assinalada pela Gênese. Ocorre o mesmo com a  diversidade de   estirpes primitivas; porque demonstrar a impossibilidade de uma proposição é demonstrar a   proposição   contrária. Se a geologia descobre traços autênticos da presença do homem antes do grande período diluviano, a demonstração será ainda mais absoluta.


(1) A Exposição universal de 1867 apresentou antiguidades do México, que não deixam   nenhuma  dúvida   sobre  as  relações que os povos desse continente tiveram com os antigos Egípcios. O Sr. Léon Méchedin, numa nota afixada no templo mexicano da Exposição, assim se expressou:

"É conveniente não publicar antes do tempo as descobertas feitas do ponto de vista da história do homem, pela recente expedição científica do México; entretanto, nada se opõe a que o público saiba, desde hoje, que a exploração constatou a existência de um grande número de cidades encobertas pelo tempo, mas que a picareta e o incêndio podem tirar de sua mortalha.

As escavações puseram a descoberto, por toda a parte, três berços de civilizações que parecem dar, ao mundo americano, uma antiguidade fabulosa."

É assim que, cada dia, a ciência vem dar o desmentido dos fatos à doutrina que limita em 6000 anos a aparição do homem sobre a Terra, ao pretender fazê-lo sair de uma estirpe única.