A GÊNESE - CAPÍTULO DÉCIMO-QUINTO 1950

Eles lhe disseram, pois: Senhor, dai-nos sempre desse pão.

Jesus lhes respondeu: Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede. – Mas eu já vos disse: Vós me vistes e não crestes.

Em verdade, em verdade vos digo, aquele que crê em mim tem a vida eterna. – Eu sou o pão da vida. – Os vossos pais comeram o maná do deserto, e estão mortos. – Mas eis o pão que desceu do céu, a fim de que, aquele que o come, não morra. (São João, cap. VI, v. de 22 a 36, e de 47 a 50).

51. – Na primeira passagem, Jesus, lembrando o efeito produzido precedentemente, dá claramente a entender que não se tratava de pães materiais; de outro modo, a comparação que estabelecera com o levedo dos fariseus, fora sem objeto. "Não compreendeis ainda, disse ele, e não lembrais que cinco pães bastaram para cinco mil homens, e que sete pães bastaram para quatro mil homens? Como não compreendeis que não era do pão que vos falava, quando vos disse para vos guardar do levedo dos fariseus?" Essa comparacão não tinha nenhuma razão de ser na hipótese de uma multiplicação material. O fato fora bastante extraordinário em si mesmo, para ferir a imaginação dos seus discípulos, que, entretanto, não pareciam dele lembrar-se.

É o que ressalta, não menos claramente, do discurso de Jesus sobre o pão do céu, no qual procura fazer compreender o sentido verdadeiro do alimento espiritual. "Trabalhai, disse ele, não para ter o alimento que perece, mas aquele que permanece para a vida eterna, e que o Filho do homem vos dará." Esse alimento é a sua palavra, que é o pão descido do céu e que dá a vida ao mundo. "Eu sou, disse ele, o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e aquele que crê em mim jamais terá sede."

Mas essas distinções eram muito sutis para essas naturezas rudes, que não compreendiam senão as coisas tangíveis. O maná que alimentara o corpo de seus ancestrais era, para eles, o verdadeiro pão do céu; aí estava o milagre. Se, pois, o fato da multiplicação ocorresse materialmente, como esses mesmos homens, em proveito dos quais se produziu poucos dias antes, foram tão pouco tocados para dizerem a Jesus: