A GÊNESE - CAPÍTULO DÉCIMO-SEXTO 1972

homem iniba a sua razão sob uma fé cega, o que permite apreciar-lhes a justeza.

18. – A Humanidade contemporânea tem também os seus profetas; mais do que um escritor, poeta, literato, historiador ou filósofo, pressentiu, em seus escritos, a marcha futura das coisas que se vêem realizar hoje.

Esta aptidão prende-se, freqüentemente, sem dúvida, à retidão do julgamento que deduziu as conseqüências lógicas do presente; mas, freqüentemente também, ela é o resultado de uma clarividência especial inconsciente, ou de uma inspiração estranha. O que esses homens fizeram quando vivos podem com mais forte razão fazê-lo, e com mais exatidão, no estado de Espírito, quando a visão espiritual não está mais obscurecida pela matéria.