A GÊNESE - CAPÍTULO DÉCIMO-SÉTIMO 1976

se aos seus discípulos: Colocai bem no vosso coração o que vou lhes dizer. O Filho do homem deve ser entregue nas mãos dos homens. – Mas eles não entendiam essa linguagem; ela lhes era de tal modo oculta, que dela nada compreendiam, e eles estudavam mesmo interrogá-lo a esse respeito. (São Lucas, cap. IX, v. 43, 45).

4. – Desde então, Jesus começou a revelar aos seus discípulos que seria preciso que ele fosse a Jerusalém; que ali sofreria muito da parte dos senadores, dos escribas e dos príncipes dos sacerdotes; que fosse posto para morrer, e que ressuscitasse no terceiro dia. (São Mateus, cap. XVI, v. 21).

5. – Quando estavam na Galiléia, Jesus lhes disse: O Filho do homem deve ser entregue nas mãos dos homens; – e eles o farão morrer, e ele ressuscitará no terceiro dia: o que os afligia extremamente. (São Mateus, cap. XVII, v. 22, 23).

6. – Ora, Jesus, indo para Jerusalém, tomou à parte os seus doze discípulos, e lhes disse: Vamos a Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes e aos escribas, que o condenarão à morte, – e o entregarão aos gentios, a fim de que o tratem com escárnio, e que o açoitem e o crucifiquem; e ele ressuscitará no terceiro dia. (São Mateus, cap. XX, v. 17, 18, 19).

7. – Em seguida Jesus, tomando à parte os seus doze apóstolos, lhes disse: Eis que vamos a Jerusalém, e tudo o que foi escrito pelos profetas com respeito ao Filho do homem, vai ser cumprido; – Porque ele será entregue aos gentios; escarnecê-lo-ão, será açoitado e o farão morrer, e ele ressuscitará no terceiro dia.

Mas eles não compreendiam nada de tudo isto: sua linguagem lhes era velada, e não entendiam o que lhes dizia. (São Lucas, cap. XVIII, v. 31 a 34).

8. – Tendo Jesus terminado todos os seus discursos, disse aos seus discípulos: Sabeis que a Páscoa se fará em dois dias, e que o Filho do homem será entregue para ser crucificado.

Ao mesmo tempo, os príncipes dos sacerdotes e os anciãos do povo se reuniram no palácio do grande sacerdo-