OBRAS PÓSTUMAS - SEGUNDA PARTE 2303

11 DE SETEMBRO DE 1856

(Em casa do sr. Baudin. Méd. srta. Baudin.)

O LIVRO DOS ESPÍRITOS

Depois de ler alguns capítulos de O LIVRO DOS ESPÍRITOS, concernentes às leis morais, o médium escreveu espontaneamente:

"Compreendestes bem o objetivo de teu trabalho; o plano está bem concebido; estamos contentes contigo. Continue; mas, sobretudo, quando a obra estiver terminada, lembra-te de que nós te recomendaremos fazê-la imprimir e propagá-la: é de uma utilidade geral. Estamos satisfeitos, e não te deixaremos jamais. Crê em Deus e caminha."

VÁRIOS ESPÍRITOS.

6 DE MAIO DE 1857

(Em casa da senhora de Cardone.)

A TIARA ESPIRITUAL.

Tive ocasião de ver, nas sessões do Sr. Roustan, a Senhora de Cardone. Alguém me disse, creio que foi o Sr. Carlotti, que ela possuía um talento notável para ler na mão. Jamais acreditei no significado das linhas da mão, mas sempre pensei que isso poderia ser, para certas pessoas dotadas de uma espécie de segunda vista, um meio de estabelecer uma relação que lhe permitisse, como aos sonâmbulos, às vezes, dizer coisas verdadeiras. Os sinais da mão não são senão um pretexto, um meio de fixar a atenção, desenvolver a lucidez, como o são as cartas, a marca de café, os espelhos ditos mágicos, para os indivíduos que gozam dessa faculdade. A experiência, mais de uma vez, me confirmou a verdade dessa opinião. Seja como for, essa