O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO II - CAP. IX - INTERVENÇÃO DOS ESPÍRITOS NO MUNDO CORPORAL 244

existência de demônios, quer dizer, de uma categoria de seres de natureza má, e a coabitação de um desses seres com a alma no corpo de um indivíduo. Posto que não há demônios nesse sentido, e que dois Espíritos não podem habitar simultaneamente o mesmo corpo, não há possessos segundo a idéia ligada a essa palavra. A palavra possesso não deve se entender senão como a dependência absoluta em que a alma pode se encontrar  em relação a Espíritos imperfeitos que a subjugam.

475 – Pode-se, por si mesmo, afastar os maus Espíritos e se libertar de sua dominação?

– Pode-se sempre sacudir um jugo, quando se tem vontade firme.

476 – Não pode acontecer que a fascinação exercida pelo mau Espírito seja tal que a pessoa subjugada não a perceba? Então, uma terceira pessoa pode fazer cessar a sujeição? Nesse caso, que condição deve ela empregar?

– Se é um homem de bem, sua vontade pode ajudar, apelando pelo concurso dos bons Espíritos, porque quanto mais se é um homem de bem, mais se tem poder sobre os Espíritos imperfeitos para os afastar, e sobre os Espíritos bons, para os atrair. Entretanto, seria incapaz se aquele que está subjugado não consentir nisso. Existem pessoas que se alegram em uma dependência que agrada seus gostos e seus desejos. Em todos os casos, aquele cujo coração não é puro, não pode ter nenhuma influência; os bons Espíritos o abandonam e os maus não o temem.

477 – As fórmulas de exorcismo têm alguma eficácia sobre os maus Espíritos?

– Não, quando esses Espíritos vêem alguém tomar a coisa a sério, riem e se obstinam.

478 – Há pessoas animadas de boas intenções e que não são menos obsedadas; qual é o melhor meio de se livrar dos Espíritos obsessores?

– Cansar sua paciência, não tomar conhecimento de suas sugestões, mostrar-lhes que perdem seu tempo; então, quando vêem que não têm nada a fazer, eles se vão.

479 – A prece é um meio eficaz para curar a obsessão?

– A prece é um poderoso socorro em tudo; mas, crede bem, não basta murmurar  algumas  palavras  para  obter  o