O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO II - CAP. IX - INTERVENÇÃO DOS ESPÍRITOS NO MUNDO CORPORAL 261

que não pensais senão no momento presente ou em vossa pessoa.

533 – Os Espíritos podem fazer obter os dons da fortuna, desde que solicitados para esse efeito?

– Algumas vezes, como prova, mas, freqüentemente, eles recusam, como se recusa a uma criança, que faz um pedido inconsiderado.

– São os bons ou os maus Espíritos que concedem esses favores?

– Uns e outros; isso depende da intenção. Mais freqüentemente, são os Espíritos que querem vos arrastar ao mal e que encontram um meio fácil nos prazeres que a fortuna proporciona.

534 – Quando os obstáculos parecem vir fatalmente se opor aos nossos projetos, seria por influência de algum Espírito?

– Algumas vezes, os Espíritos; de outras vezes, e o mais freqüentemente, é que nisso escolheis mal. A posição e o caráter influem muito. Se vos obstinais em um caminho que não é o vosso, não é pelos Espíritos, mas por vós que sois o vosso próprio gênio mau.

535 – Quando nos acontece alguma coisa feliz, é ao nosso Espírito protetor que devemos agradecer?

– Agradecei sobretudo a Deus, sem cuja permissão nada se faz, pois os bons Espíritos foram seus agentes.

– Que aconteceria se se negligenciasse em agradecer?

– O que acontece aos ingratos.

– Entretanto, há pessoas que não oram, nem agradecem e às quais tudo sai bem?

– Sim, mas é preciso ver o fim, pois pagarão bem caro essa felicidade passageira que não merecem, porque quanto mais tenham recebido, mais terão de restituir.

AÇÃO DOS ESPÍRITOS SOBRE OS FENÔMENOS DA NATUREZA.

536 – Os grandes fenômenos da Natureza, os que se