O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO II - CAP. IX - INTERVENÇÃO DOS ESPÍRITOS NO MUNDO CORPORAL 266

LIVRO II. – CAPÍTULO IX

Aquele que quer cometer uma ação má, chama, só por isso, maus Espíritos para ajudá-lo. Está, então, obrigado a servi-los, como o fazem para si, porque eles também têm necessidade dele para o mal que queiram fazer. É somente nisso que consiste o pacto.

A dependência em que o homem se encontra, algumas vezes, em relação aos Espíritos inferiores, provém de seu abandono aos maus pensamentos que eles lhe sugerem e não de quaisquer estipulações recíprocas. O pacto, no sentido vulgar que se dá a essa palavra, é uma alegoria que figura uma natureza má simpatizando com Espíritos malfazejos.

550 – Qual é o sentido das lendas fantásticas segundo as quais indivíduos teriam vendido sua alma a Satanás para obter certos favores?

– Todas as fábulas guardam um ensinamento e um sentido moral; vosso erro é tomá-las ao pé da letra. Essa é uma alegoria que se pode explicar assim: aquele que chama em sua ajuda os Espíritos para obter os dons da fortuna, ou qualquer outro favor, murmura contra a Providência. Ele renuncia à missão que recebeu e às provas que deve suportar neste mundo, e disso sofrerá as conseqüências na vida futura. Isso não quer dizer que sua alma esteja para sempre consagrada à infelicidade. Mas, porque em lugar de se libertar da matéria, ele nela se enchafurda mais e mais, aquilo que gozou sobre a Terra não fruirá no mundo dos Espíritos, até que o tenha resgatado em novas provas, talvez maiores e mais penosas. Por seu amor aos prazeres materiais, ele se coloca na dependência dos Espíritos impuros. Há entre estes e ele um pacto tácito que o conduz à perdição, mas que lhe é sempre fácil de romper com a assistência dos bons Espíritos, se para isso tem vontade firme.

PODER OCULTO, TALISMÃS. FEITICEIROS.

551 – Pode um homem mau, com a ajuda de um mau Espírito que lhe é devotado, fazer mal ao seu próximo?

– Não, Deus não o permitiria.

552 – Que pensar da crença no poder que teriam certas pessoas de lançar a sorte?

– Certas pessoas têm um poder magnético muito grande, do qual  podem fazer um mau uso se seu próprio Espírito  é  mau e, nesse  caso, elas  podem   ser   secundadas por outros maus Espíritos. Mas não acrediteis  nesse pretendi-