O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO III - CAP. III - LEI DO TRABALHO 307

CAPÍTULO III

II – LEI DO TRABALHO

1. Necessidade do trabalho. – 2. Limite do trabalho. Repouso.

NECESSIDADE DO TRABALHO.

674 – A necessidade do trabalho é uma lei da Natureza?

– O trabalho é uma lei natural, por isso mesmo é uma necessidade e a civilização obriga o homem a trabalhar mais porque aumenta suas necessidades e seus prazeres.

675 – Não se deve entender pelo trabalho senão as ocupações materiais?

– Não. O Espírito trabalha como o corpo. Toda ocupação útil é um trabalho.

676 – Por que o trabalho é imposto ao homem?

– É uma conseqüência de sua natureza corporal. É uma expiação e, ao mesmo tempo, um meio de aperfeiçoar sua inteligência. Sem o trabalho, o homem permaneceria na infância da inteligência. Por isso, ele não deve seu sustento, sua segurança e seu bem-estar senão ao seu trabalho e à sua atividade. Àquele que é muito fraco de corpo Deus deu a inteligência para isso suprir; mas é sempre um trabalho.

677 – Por que a própria Natureza provê todas as necessidades dos animais?

– Tudo trabalha na Natureza. Os animais trabalham como tu, mas seu trabalho, como sua inteligência, é limitado ao cuidado de sua conservação, eis porque, entre eles,o trabalho não conduz ao progresso, enquanto que, no homem, ele tem um duplo fim: a conservação do corpo e o desenvolvimento do pensamento, que é também uma neces-