O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO IV - CAP. I - PENAS E GOZOS TERRESTRES 403

953 – Quando uma pessoa vê diante de si uma morte inevitável e terrível, é ela culpada por abreviar de alguns instantes seus sofrimentos por uma morte voluntária?

– Sempre se é culpado por não esperar o termo fixado por Deus. Aliás, se está bem certo de que esse termo chegou, malgrado as aparências, e que não se pode receber um socorro inesperado no último momento?

– Concebe-se que nas circunstâncias normais o suicídio seja repreensível, mas suponhamos o caso em que a morte é inevitável e em que a vida não é abreviada senão de alguns instantes?

– É sempre uma falta de resignação e de submissão à vontade do Criador.

– Quais são, nesse caso, as conseqüências dessa ação?

– Uma expiação proporcional à gravidade da falta, conforme as circunstâncias, como sempre.

954 – Uma imprudência que compromete a vida sem necessidade é repreensível?

– Não há culpabilidade quando não há intenção ou consciência positiva de fazer o mal.

955 – As mulheres que, em certos países, se queimam voluntariamente sobre o corpo de seu marido, podem ser consideradas suicidas, suportando as conseqüências?

– Elas obedecem a um preconceito e, freqüentemente, mais à força que por sua própria vontade. Elas crêem cumprir um dever, e esse não é o caráter do suicídio. Sua desculpa está na nulidade moral da maioria, dentre eles, e na sua ignorância. Esses usos bárbaros e estúpidos desaparecem com a civilização.

956 – Os que, não podendo suportar a perda de pessoas que lhe são queridas, se matam na esperança de ir reencontrá-las, atingem seu objetivo?

– O resultado, para eles, é diferente  do  que esperam, e em lugar de estar reunido ao objeto  de  sua afeição,  dele se distanciam por maior tempo, porque Deus não pode recompensar um ato de covardia e o insulto que lhe é feito, duvidando  de sua providência. Eles pagarão  esse  instante de loucura por desgostos maiores que aqueles que acreditavam abreviar e não terão para os compensar a satisfação que esperavam. (934 e seguintes).