O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO IV - CAP. II - PENAS E GOZOS FUTUROS 406

A vida futura implica a conservação de nossa individualidade depois da morte. Que nos importaria, com efeito, sobreviver ao nosso corpo se nossa essência moral deveria se perder no oceano do infinito? As conseqüências para nós seriam as mesmas que o nada.

INTUIÇÃO DE PENAS E GOZOS FUTUROS.

 

960 – De onde vem a crença, que se encontra entre todos os povos, de penas e recompensas futuras?

– É sempre a mesma coisa: pressentimento da realidade trazida ao homem pelo Espírito nele encarnado; porque sabei-o, não é em vão que uma voz interior vos fala: vosso erro está em não escutá-la bastante. Se nisso pensásseis bem, freqüentemente, vos tornaríeis melhores.

961 – No momento da morte, qual é o sentimento que domina a maioria dos homens: a dúvida, o medo ou a esperança?

– A dúvida para os céticos endurecidos, o medo para os culpados e a esperança para os homens de bem.

962 – Por que há céticos visto que a alma traz ao homem o sentimento das coisas espirituais?

– Há menos do que se julga. Muitos se fazem Espíritos fortes durante sua vida por orgulho, mas, no momento da morte, não são tão fanfarrões.

A conseqüência da vida futura é a responsabilidade de nossos atos. A razão e a justiça nos dizem que, na repartição da felicidade à qual todo homem  aspira, os  bons e os maus não podem ser confundidos. Deus não pode querer que uns gozem, sem pena, de bens aos quais outros não atingem senão com esforço e perseverança.

A idéia que Deus nos dá da sua justiça e da sua bondade pela sabedoria de suas leis, não nos permite crer que o justo e o mau estejam num mesmo plano aos seus olhos, nem de duvidar que eles receberão um dia, um a recompensa, outro o castigo, do bem ou do mal que tenham feito. É por isso que os sentimentos inatos que temos da justiça nos dá a intuição das penas e das recompensas futuras.

INTERVENÇÃO DE DEUS NAS PENAS E RECOMPENSAS.

963 – Deus se ocupa pessoalmente de cada homem? Ele não é muito grande e nós muito pequenos para que cada indivíduo em particular tenha alguma importância aos seus olhos?