O LIVRO DOS MÉDIUNS - INTRODUÇÃO 462

parte   filosófica   da ciência espírita, damos nesta obra a parte prática   para   uso daqueles que querem se ocupar das manifestações, seja para si mesmos, seja para se inteirarem dos fenômenos que podem ser chamados a ver. Nela verão   os escolhos que se podem encontrar e terão, assim, um meio de evitá-los. Essas duas obras, embora fazendo continuação   uma à outra, até certo ponto, são independentes;   mas   a   todo  aquele que quiser se ocupar seriamente da coisa, diremos para ler primeiro O Livro dos Espíritos, porque contém os princípios fundamentais, sem os quais certas partes desta obra seriam talvez dificilmente compreendidas.

Melhoramentos   importantes    foram   trazidos  à segunda   edição,  muito  mais   completa   do  que a primeira. Ela   foi   corrigida com   cuidado   todo  particular pelos Espíritos, que   lhe   acrescentaram  um grande número de notas  e de instruções  do  mais  alto  interesse. Como eles tudo revisaram, aprovaram    ou  modificaram à sua vontade, pode-se   dizer   que,  em  grande  parte,  a   obra  é sua, porque sua intervenção  não   se  limitou   a   alguns  artigos assinados; não   indicamos  os  nomes  senão   quando  isso nos pareceu necessário   para  caracterizar   certas   citações um pouco extensas, como emanadas   deles  textualmente; de   outra forma    nos    teria sido preciso citá-los quase a cada  página, notadamente em todas   as   respostas  dadas às   questões propostas, o   que   não   nos   pareceu     útil. Os nomes, como   se sabe, importam pouco    em semelhante matéria; o    essencial   é que   o   conjunto do trabalho responda  à finalidade  a   que  nos propusemos. A acolhida dada à primeira edição, conquanto imperfeita, nos faz esperar que esta não o será com menos favor.

Como nela acrescentamos muitas coisas, e vários capítulos inteiros, suprimimos alguns artigos que tinham duplo emprego, entre outros a Escala espírita que já se encontra em O Livro dos Espíritos. Suprimimos igualmente no Vocabulário o que não entrava especialmente no plano desta obra, e que se acha utilmente substituído por coisas