O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO IV 529

no espaço por força do braço. Mas, então, neste caso, qual a necessidade de ter um médium? O Espírito não pode agir sozinho? Isto porque o médium, que pousa suas mãos, o mais freqüentemente, em sentido contrário ao do movimento, ou mesmo que não as pousa completamente, não pode, evidentemente, secundar o Espírito por uma ação muscular qualquer. Deixemos, primeiro, falarem os Espíritos que interrogamos a esse respeito.

74. As respostas seguintes nos foram dadas pelo Espírito de São Luís e foram depois confirmadas por muitos outros.

1. O  fluido universal é  uma  emanação   da  Divindade?

Não.

2. É uma criação da Divindade?

Tudo é criado, exceto Deus.

3. O fluido universal é, ao mesmo tempo, o elemento universal?

Sim, é o princípio elementar de todas as coisas.

4. Tem  alguma  relação com o fluido elétrico do qual conhecemos os efeitos?

É seu elemento.

5. Qual é o estado no qual o fluido universal se nos apresenta em sua maior simplicidade?

Para encontrá-lo em sua simplicidade absoluta, seria preciso remontar aos Espíritos puros; em vosso mundo é sempre mais ou menos modificado para formar a matéria compacta que vos rodeia; entretanto, podeis dizer que o estado mais próximo dessa simplicidade, é o do fluido que chamais fluido magnético animal.

6. Foi dito que o fluido universal é a fonte da vida; é, ao mesmo tempo, a fonte da inteligência?

Não, esse fluido, não anima senão a matéria.

7. Uma  vez  que  é  esse  fluido que compõe o perispí-