O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO V 552

Os ateus e os materialistas não são, a cada instante, testemunhas dos efeitos do poder de Deus e do pensamento? Isso não os impede de negar a Deus e a alma. Os milagres de Jesus converteram todos os seus contemporâneos?

Os Fariseus que lhe diziam: "Mestre, faze-nos ver algum prodígio", não se parecem com os de vosso tempo que pedem que lhes façais ver manifestações? Se não estão convencidos pelas maravilhas da criação, menos estariam quando os próprios Espíritos lhes aparecessem da maneira menos equivocada, porque seu orgulho os torna como cavalos empacadores. As oportunidades de ver, não lhes faltariam  se  as  procurassem  de boa-fé, e é por isso que Deus não julga conveniente fazer por eles mais do que faz para aqueles que procuram sinceramente se instruir, porque não recompensa senão aos homens de boa vontade. Sua incredulidade não impedirá que se cumpra a vontade de Deus; vede bem que ela não impediu a expansão da doutrina. Cessai, pois, de vos inquietar por sua oposição, que está para  a doutrina como a sombra está para o quadro, e lhe dá  maior  realce. Que méritos  teriam se fossem convencidos pela força? Deus lhes deixa toda a responsabilidade por sua  teimosia,  e  essa   responsabilidade será  mais terrível do que pensais. Bem-aventurados os que crêem sem terem visto,  disse Jesus,  porque  estes  não  duvidam   do  poder de Deus.

8. Acreditas que seria útil evocar esse Espírito para pedir-lhe algumas explicações?

Evocai-o, se quereis; mas é um Espírito inferior que não vos dará senão respostas bastante insignificantes.

95. Entrevista com o Espírito perturbador da rua de Noyers.

1. Evocação

Que quereis para me chamar? Quereis que vos apedreje? Então se veria um lindo salve-se quem puder, malgrado vosso ar de bravura.

2. Ainda que nos atirásseis pedras aqui, isso não nos amedrontaria; e pedimos mesmo, positivamente, que as arremesse.