O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO VII 588

falado. Essa aparição lhe causou um medo tanto maior porque, nessa época, essa senhora não tinha nenhum conhecimento do Espiritismo, e esse fenômeno se renovava muito freqüentemente. Ora, a vendedora estava perfeitamente viva, e, a essa hora, provavelmente dormia; enquanto  seu  corpo  material estava em sua casa, seu Espírito e seu  corpo  fluídico  estavam  na casa dessa senhora; por qual  motivo?  É  o  que não se sabe. Em semelhante caso, um espírita, iniciado nessa espécie de coisa, ter-lhe-ia perguntado, mas disso a  senhora  não teve idéia. Cada vez a  aparição se eclipsava sem que ela soubesse como, e a cada vez, também, depois da sua desaparição, ela ia assegurar-se de que  todas  as  portas estavam perfeitamente  fechadas e que  ninguém  havia   podido se introduzir no  seu apartamento. Esta  precaução  lhe  prova  que   estava   bem   desperta  e que não foi joguete de um sonho. De outras vezes ela viu, do mesmo modo, um homem que não  conhecia,  mas  um  dia  viu seu irmão que estava então na Califórnia;  tinha  a  aparência  igual  a de uma pessoa real, que,  no  primeiro  momento   acreditou  ter retornado e quis lhe dirigir a palavra, mas desapareceu sem dar-lhe  tempo.  Uma carta recebida posteriormente, prova-lhe  que  não  estava   morto.  Essa senhora era, o que se pode chamar, uma médium vidente natural, mas nessa época, como já dissemos, ela não tinha jamais ouvido falar de médiuns.

116. Uma outra senhora que reside na província, estando   bastante enferma, viu uma noite, pelas dez horas, um senhor idoso, habitante da mesma vila e que ela via algumas vezes na sociedade, mas sem nenhuma relação de intimidade. Esse senhor estava sentado em uma poltrona ao pé do seu leito, e de tempos em tempos tomava uma pitada de tabaco; tinha o ar de velá-la. Surpresa com tal visita a essa hora, quis lhe perguntar o motivo, mas o senhor lhe fez sinal para não falar e dormir; por repetidas vezes quis dirigir-lhe a palavra, e cada vez a mesma recomendação. Ela acabou por dormir. Alguns dias depois, estando restabelecida, recebeu a visita do mesmo senhor, mas em hora mais conveniente, e dessa vez era ele mesmo, tinha a mesma roupa, a mesma tabaqueira e exatamente as mesmas maneiras. Persuadida de que ele veio durante a enfermidade, agra-