O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO XXVI 802

guntas, é por efeito da sua vontade ou porque uma força superior se opõe a certas revelações?

Por um e pelo outro motivo; há coisas que não podem ser reveladas, e outras que o próprio Espírito não conhece.

Insistindo fortemente, o Espírito não acabaria por responder?

Não; o Espírito que não quer responder, tem sempre a facilidade de retirar-se. Por isso é necessário esperar quando vos diz para fazê-lo, e sobretudo não vos obstineis em querer nos fazer responder. Insistir para ter uma resposta, que não se quer vos dar, é um meio certo de ser enganado.

6. Todos os Espíritos estão aptos a compreenderem as perguntas que lhes são colocadas?

Longe disso; os Espíritos inferiores são incapazes de compreenderem certas perguntas, o que não lhes impede de vos responder bem ou mal, como ocorre entre vós.

Nota. – Em certos casos, e quando a coisa é útil, ocorre freqüentemente, que um Espírito mais esclarecido vem em ajuda ao Espírito ignorante e lhe sopra o que deve dizer. Isso se reconhece facilmente pelo contraste de certas respostas e, de outra parte, porque, freqüentemente, o próprio Espírito está de acordo com isso. Isto não ocorre senão para os Espíritos de boa-fé, ignorantes, mas jamais para os que exibem um falso saber.

289. Questões sobre o futuro

7. Os Espíritos podem nos fazer conhecer o futuro?

Se o homem conhecesse o futuro, negligenciaria o presente.

Aí está ainda um ponto sobre o qual insistis sempre em obter uma resposta precisa; é um grande erro, porque a manifestação dos Espíritos não é um meio de adivinhação. Se quereis absolutamente uma resposta, ela vos será dada