O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO XXIX 839

CAPÍTULO XXIX

REUNIÕES E SOCIEDADES ESPÍRITAS

Das reuniões em geral. – Das sociedades propriamente ditas. – Assuntos de estudo. – Rivalidades entre as sociedades.

DAS REUNIÕES EM GERAL

324. As reuniões espíritas podem ter grandes vantagens, quando permitem se esclarecer pela troca recíproca de pensamentos, pelas perguntas e anotações que cada um pode fazer, e das quais todo o mundo aproveita; mas, para retirar delas todos os frutos desejáveis, requerem condições especiais que vamos examinar, porque se erraria em assimilá-las às sociedades comuns. De resto, sendo as reuniões todos coletivos, o que lhes concerne é a conseqüência natural das instruções precedentes; devem ter as mesmas precauções, e se preservarem dos mesmos escolhos que os indivíduos; por isso, colocamos este capítulo por último.

As reuniões espíritas têm caracteres muito diferentes segundo o objetivo a que se propõem, e sua condição de ser, por isso mesmo, deve diferir também. Segundo a sua natureza, elas podem ser frívolas, experimentais ou instrutivas.

325. As reuniões frívolas se compõem de pessoas que não vêem senão o lado divertido das manifestações, que se divertem com os gracejos dos Espíritos levianos, muito curiosos com essas espécies de assembléias, onde têm