O LIVRO DOS ESPÍRITOS - LIVRO I - CAPÍTULO II - ELEMENTOS GERAIS DO UNIVERSO 87

priedades não são mais que efeitos secundários variando segundo a intensidade da força e a direção do movimento?

- Essa opinião é exata. É preciso ajuntar também: segundo a disposição das moléculas, como vês, por exemplo, num corpo opaco que pode tornar-se transparente e vice-versa.

34 - As moléculas têm uma forma determinada?

- Sem dúvida, as moléculas têm uma forma determinada, mas que não é para vós apreciável.

- Essa forma é constante ou variável?

- Constante para as moléculas elementares primitivas, mas variáveis para as moléculas secundárias que não são mais que aglomerações das primeiras; porque o que chamais molécula está ainda distante da molécula elementar.

ESPAÇO UNIVERSAL.

35 - O espaço universal é infinito ou limitado?

- Infinito. Supõe-no limitado; que haveria além? Isto te confunde a razão, bem o sei, e, todavia , tua razão diz que não pode ser de outro modo. Ele é como o infinito em todas as coisas; não é na vossa pequenina esfera que podereis compreendê-lo.

Supondo-se um limite ao espaço, por mais distante que o pensamento o possa conceber, a razão diz que além desse limite há alguma coisa, e assim, passo a passo, até o infinito, porque se essa alguma coisa fosse o vazio absoluto, ainda assim seria espaço.

36 - O vazio absoluto existe em alguma parte do espaço universal?

- Não, nada é vazio; o que te parece vazio está ocupado por uma matéria que escapa aos teus sentidos e instrumentos.