O LIVRO DOS MÉDIUNS - SEGUNDA PARTE - CAPÍTULO XXXI 881

contêm conselhos gerais sobre as reuniões, sua formação e os escolhos que podem encontrar.

XVI

Por que não começais vossas sessões por uma invocação geral, uma espécie de prece que dispusesse ao recolhimento? Porque, é bom saberdes, sem o recolhimento não tereis senão comunicações levianas; os bons Espíritos só vão aonde são chamados com fervor e sinceridade. Eis o que não se compreende o bastante; cabe-vos, pois, dar o exemplo; a vós que, se quiserdes, podeis vos tornar uma das colunas do novo edifício. Vemos os vossos trabalhos com prazer, e vos ajudamos, mas, há a condição de que nos secundeis do vosso lado, e que vos mostreis à altura da missão que fostes chamados a cumprir. Formai, pois, um feixe, e sereis fortes, e os maus Espíritos nada poderão contra vós. Deus ama os simples de espírito, o que não quer dizer os simplórios, mas aqueles que fazem abnegação de si mesmos e que vêm a Ele sem orgulho. Podeis vos tornar um foco de luz para a Humanidade; sabei, pois, distinguir o bom grão do joio; não semeeis senão o bom grão, e guardai-vos de espalhar o joio, porque o joio impedirá o bom grão de brotar, e sereis responsáveis por todo o mal que ele houver feito; do mesmo modo sereis responsáveis pelas más doutrinas que puderdes propagar. Lembrai-vos de que, um dia, o mundo pode ter o olhar sobre vós; fazei, pois, que nada ofusque a claridade das boas coisas que sairão do vosso seio; é por isso que vos recomendamos orar a Deus para vos assistir.

Santo Agostinho.

Santo Agostinho, rogado para nos ditar uma fórmula de evocação geral, respondeu:

"Sabeis que não há fórmula absoluta: Deus é muito grande para dar mais importância às palavras do que ao pensamento. Ora, não credes que basta pronunciar algumas palavras para afastar os maus Espíritos; guardai-vos,